“Os consumidores de café têm um risco menor de desenvolver câncer”

O consumo habitual de café poderia aumentar as possibilidades de sobreviver ao câncer de intestino e proteger os pacientes de reincidências, de acordo com um estudo divulgado no Journal of the Clinical Oncology. Uma equipe de pesquisadores descobriu que o consumo de altas doses de café (quatro ou mais xícaras por dia) levava pacientes em … Leia Mais


Com 8 meses de gravidez e barriga malhada chama atenção.

GRAZIELA ZUGLIANIA nutricionista esportiva Gabriela Zugliani, 31 anos, está grávida de oito meses e impressionou internautas ao postar um foto onde aparece com a barriga extremamente malhada. A imagem teve mais de duas mil curtidas e 361 compartilhamentos. “Eu sei que não é normal ver uma grávida com a minha aparência e, por isso, chama … Leia Mais



Bahiafarma produzirá remédios para tratamento de HIV e hepatite C

Com a assinatura do memorando de transferência tecnológica entre o Governo do Estado e o laboratório norte-americano Gilead Sciences, na quarta-feira (12/8), na Governadoria, o Brasil inteiro vai dispor de uma nova alternativa para o fornecimento de antirretrovirais e outros medicamentos para hepatite C e Aids, que são de alto custo, e vão complementar a … Leia Mais



PTN: Campanha de vacinação contra Polio começa neste sábado: veja onde encontrar a vacina.

campanha de vacinação

A Campanha  de Vacinação contra Poliomielite começa neste sábado (15) e vai até 31 de agosto em todo o país. Além da vacina contra pólio, a campanha também inclui as outras vacinas previstas para crianças de até 5 anos no calendário vacinal básico.

Devem ser vacinadas crianças com idade entre 6 meses e 5 anos incompletos.

A poliomielite, também conhecida como paralisia infantil, é uma doença provocada por vírus que afeta o sistema nervoso e pode levar à paralisia irreversível dos membros.

Atualmente, o Brasil está livre da doença, mas a vacinação é fundamental para manter o vírus fora do país, segundo o Ministério da Saúde.

Entre 2013 e 2014, 10 países registraram casos de poliomielite, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

As crianças que forem se vacinar contra pólio poderão receber outras vacinas para atualizar suas cadernetas de vacinação, entre elas a vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, rubéola e caxumba e é destinada a crianças com idade entre 1 e 5 anos.

Em Presidente Tancredo Neves você encontrará a vacinação nos seguintes postos de saúde localizados no bairros seguintes :

Ginásio.

Japão.

Nova Esperança

Moenda.

Corte de Pedra.

Assessoria de Comunicação.

Governo de Presidente Tancredo Neves.

Construindo um novo futuro.


Bahia se aproxima dos 100mil casos de dengue, zika e chikungunya

images (2)
A Bahia registrou 94.723 casos suspeitos de dengue, chikungunya e zika até o fim de julho deste ano, conforme dados da Secretaria de Saúde (Sesab), que foram divulgados nesta quarta-feira (29). Do total, a maior parte é de dengue, que tem 50.896 casos suspeitos, seguida da zika, com 34.518 notificações. A chikungunya aparece com 9.312. As doenças são consideradas epidêmicas no estado, principalmente nas regiões centro-leste e leste.
A Sesab informou que o risco da pessoa adquirir a doença foi elevado de forma progressiva entre os meses de janeiro e abril para dengue, com 336 casos para cada 100 mil habitantes. No caso da zika e chikungunya, a incidência ficou mais forte a partir de março, com 200 casos para cada 100 mil habitantes e 61 mil para cada 100 mil, respectivamente.
O número de casos de dengue cresceu 179% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram identificados 18.220 notificações. Das 417 cidades baianas, 371 tiveram alguma ocorrência da dengue registrada na Vigilância Epidemiológica, com destaques para Itabuna (5.817), Ilhéus (5.106), Salvador (3.662), Luís Eduardo Magalhães (2.523), Feira de Santana (2.075), Jequié (1.963), Simões Filho (1.598), Arací (1.177), Serrinha (1.000) e Barra (953), que concentram 50,84% dos casos.

(mais…)


Médico afirma: Beijo pode ser mais perigoso que cigarro e bebida, para desenvolver câncer

11007-460x313

Um médico australiano alertou que o beijo superou o cigarro e a bebida, se tornando o principal fator de risco para o desenvolvimento de câncer de cabeça e pescoço.

Dr. Mahiban Thomas, que é chefe de cirurgia maxilo-facial e de cabeça e pescoço no Hospital Real Darwin, na Austrália, advertiu que beijar (beijo na boca) pode passar o HPV (vírus do papiloma humano) – uma família de vírus que pode levar ao cancro.

Dr. Thomas explicou que, de acordo com estudos feitos na América, cerca de 70 % dos cânceres de cabeça e pescoço são ligados ao HPV. A ligação do HPV com o câncer é bem conhecida, mas é geralmente associada com o câncer cervical. No Reino Unido, todas as meninas com idades entre 12 a 13 anos recebem vacinas contra o vírus.


Prado: Escolas suspendem aulas por infestação de larvas, depois das mariposas

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.jl_lb6H0tT
Foto: Reprodução / TV Santa Cruz

Uma infestação de larvas fez com que uma escola suspendesse as aulas em Prado, extremo-sul do estado. O caso ocorreu na Escola municipal Perolina Mascarenhas, que teve as aulas canceladas por ter de passar por uma dedetização. Dois outros colégios também precisaram suspender as aulas por conta das larvas que são deixadas por mariposas que infestam a cidade desde o começo do mês. “Isso aí tomou uma proporção enorme, a ponto da gente realmente suspender as aulas e tomar as devidas providências, que foi chamar a vigilância sanitária”, disse a coordenadora pedagógica Mariscléia Couto ao G1. No combate das larvas, só a aplicação de inseticidas não é suficiente. Ao depositar os ovos, as mariposas também produzem uma espécie de teia que funciona como proteção. Essa teia tem de ser retirada para o produto produzir o efeito desejado. A secretaria de Meio Ambiente local informou que o controle das larvas deve levar alguns dias. (BN)


Tânia Andrade fala da Conferência Municipal da Saúde em PTN

Acompanhe o que fala a Secretária de Saúde do município de Presidente Tancredo Neves, que voltou a pasta depois de cinco anos, e já fala das possíveis prioridades e desafios. Tudo que foi discutido na 4ª Conferência Municipal de Saúde.

DSC_5268
FOTO: PTN NEWS