Loteamento Cidade Nova vende casa pronta pra morar, a preço de custo

 

É PRA VENDER LOGO

Corra pra adquirir a sua casa própria, afinal, a oportunidade não aparece todos os dias.

Compre já sua casa a preço de custo, isso mesmo – preço de custo

Casas já estão prontas, é só entrar e morar

Três quartos, sendo uma suíte

Banheiro social

Cozinha e sala

Garagem ampla

Informações ligue, (73) 3540 – 1209 ou(73)982405936, ou chame no whatsApp (77) 98143-7550

 

Com 13 mortes, Salvador e Região vivem o fim de semana mais sangrento de setembro

Treze pessoas morreram vítimas de homicídio em Salvador e Região Metropolitana somente no sábado e domingo. Os números foram atualizados na manhã dessa segunda-feira (24/9) no Boletim Diário da Secretaria da Segurança Pública (SSP). A ferramenta, inclusive, aponta que foi o final de semana mais sangrento de setembro.

Briga entre primos acaba em morte na zona rural em Maraú

Foto ilustrativa

No ultimo último domingo (23), uma briga entre primos acabou em morte na região da Garapa, próxima ao distrito de Ibiaçú, zona rural de Maraú. Segundo informações, Geraldo Sena, 44 anos, foi atingido com um golpe de facão durante uma briga com seu primo Robson Santos de 34 anos.

Agricultores familiares baianos apresentam experiências no cultivo do cacau cabruca em evento internacional

O cacau, que já serviu de inspiração para o saudoso poeta Jorge Amado, continua projetando a Bahia para o mundo. Agricultores familiares baianos, dos territórios de identidade Litoral Sul e Baixo Sul, compartilharam a experiência no cultivo do cacau cabruca  com os participantes do Terra Madre, maior evento internacional dedicado à cultura alimentar, promovido pelo Slow Food, e que termina nesta segunda-feira (24), em Turim, na Itália.

Os representantes baianos Ozaná Crisóstomo, presidente da Cooperativa da Agricultura Familiar e Economia Solidária da Bacia do Rio Salgado e Adjacências (Coopfesba), do município de  Ibicaraí, e  Luciano da Silva, do Assentamento Dois Riachões, de Ibirapitanga, participaram da mesa  de debate  A palavra dos produtores – A Fortaleza Slow Food do Cacau Cabruca do Sul de Bahia, Brasil, no coração da floresta. Eles apresentaram aos italianos e representantes de outros países suas experiências, desde o cultivo até o beneficiamento do cacau.

O  cacau cabruca é um sistema agroflorestal o qual maneja culturas à sombra das árvores nativas da Mata Atlântica, conservando, desta maneira, da biodiversidade  e espécies nativas dos biomas Mata Atlântica e Amazônia.

Pesquisa FSB/BTG: Bolsonaro tem 33% dos votos e Haddad vai de 16% para 23%

A nova pesquisa FSB/BTG Pactual, divulgada nesta segunda-feira (17) e registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-03861/2018, mostra que o candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) ainda na liderança, mas sem crescer e uma tendência de forte crescimento de Fernando Haddad (PT). O levantamento foi realizado entre os dias 22 e 23 de setembro com 2000 eleitores e a margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. No cenário espontâneo, a intenção de voto de Bolsonaro oscilou de 30% para 31%, de uma semana para outra, enquanto Fernando Haddad passou de 12% para 17% e se consolidou na segunda posição (duas semanas atrás, ele tinha apenas 3% das intenções de voto espontânea). Já Ciro Gomes (PDT) mostrou estabilidade, oscilando negativamente de 8% para 7%. Geraldo Alckmin (PSDB) oscilou positivamente no limite da margem de erro de 2% para 4%, João Amoêdo (Novo) oscilou negativamente de 3% para 2%, mesmo percentual de Marina Silva (Rede), que manteve o percentual da última semana. Álvaro Dias (PODE) e Henrique Meirelles (MDB) se mantiveram com 1%, enquanto os demais não pontuaram. Não sabem ou não responderam oscilaram de 22% para 21%, não votariam em ninguém continuaram em 8%, enquanto brancos e nulos foram de 4% para 3% em uma semana. (Bahia Notícias)

Evento beneficente para arrecadar fundos para criança que sofre de leucemia acontece neste final de semana em Corte de Pedra

Evento beneficente em prol da pequena Layne, 8 anos em Corte de Pedra acontecerá neste final de semana dia 22 e 23 de setembro de 2018. A pequena sofre com problemas de Leucemia, o evento visa arrecadar dinheiro para ajudar a família que luta para dá de volta a saúde de Layne, também busca levá-la para São Paulo, afim de fazer uma pesquisa sobre medulosa.
O evento acontecerá no espaço Boa Vista em Corte de Pedra e contará com atrações locais, Beto Amazonas, Gabriel Sampaio, Os Filhos de Maninho, Rick Andrade, no domingo o cantor Robert Lucas estará se apresentando. O PTN NEWS apoia esse evento, é importante a presença de todos, o momento é de ajudar o próximo, faça sua parte!

Entenda sobre a doença

O que é Leucemia?

“Quase tudo pronto para entrega da primeira etapa da reforma do hospital de Presidente Tancredo Neves”.Afirma diretor.

Na página oficial da prefeitura do município de Presidente Tancredo Neves, foi publicado um vídeo que mostra como está o andamento da reforma do hospital local.

O video mostra também, depoimentos com o diretor do hospital, Edinei Menezes, secretário de saúde Vado, médicos, Doutor Antônio e Doutor Cleiton além de outras pessoas. Assistam o vídeo.

O PTN NEWS conversou com o diretor da unidade hospitalar, Edinei, afirmou que a reforma do hospital esta chegando em fase final. “ Está quase pronto!”

Essa foi uma frase bastante usada em nossa conversa, ele apresentou as salas que estão já prontas e os banheiros pondo o piso. Com a reforma novos aparelhos serão colocados nos leitos.O secretário Vado está esperançoso em entregar a primeira etapa da reforma até o final de outubro e quem sabe pode ser até antes.

 

Teolândia: Prefeitura retoma serviço de recuperação das estradas rurais

A Prefeitura retomou os trabalhos de recuperação de estradas. O objetivo de revitalizar as estradas da região é facilitar a mobilidade, o escoamento da produção e melhorar a qualidade de vida da população da Zona Rural.
A Prefeitura já recuperou a região do Paião, região do Paraíso e agora está recuperando a região da Beira do Rio. Os trabalhos foram prejudicados devido às chuvas constantes que impossibilitava o andamento dos trabalhos, mesmo assim foram realizadas ações emergenciais na estradas do tanque grande, do São Paulino e do alto Alegre.
O Prefeito Lázaro Andrade tem acompanhado as obras de perto, auxiliando e traçando estratégias para que essas melhorias atendam bem o produtor rural e os moradores das áreas beneficiadas em todo Município. “Nosso objetivo é atender toda zona rural do município, já traçamos o planejamento e a equipe está seguindo. O trabalho está sendo feito com qualidade e muita dedicação.” Finalizou o Prefeito.
ASCOM / PREFEITURA DE TEOLÂNDIA

Crise se agrava e crianças morrem de fome na Venezuela

CARACAS – O problema da fome assola a Venezuela há anos, mas agora a desnutrição está matando as crianças em ritmo alarmante. Por cinco meses, o New York Timesacompanhou o cotidiano hospitais públicos venezuelanos e, segundo os médicos, o número de mortes por desnutrição é recorde. 

Desde que a economia da Venezuela começou a ruir, em 2014, protestos por falta de comida se tornaram comuns. Também virou rotina ver soldados montando guarda diante de padarias e multidões enfurecidas saqueando mercados.

CARACAS – O problema da fome assola a Venezuela há anos, mas agora a desnutrição está matando as crianças em ritmo alarmante. Por cinco meses, o New York Timesacompanhou o cotidiano hospitais públicos venezuelanos e, segundo os médicos, o número de mortes por desnutrição é recorde. 

Velório de bebê

Velório de bebê de 17 meses em San Casimiro: família não consegue comprar fórmula para substituir leite materno  Foto: Meridith Kohut/The New York Times

Desde que a economia da Venezuela começou a ruir, em 2014, protestos por falta de comida se tornaram comuns. Também virou rotina ver soldados montando guarda diante de padarias e multidões enfurecidas saqueando mercados.

As mortes por desnutrição são o segredo mais bem guardado do governo de Nicolás Maduro. Nos últimos cinco meses, o New York Times entrevistou médicos de 21 hospitais em 17 Estados. Os profissionais descrevem salas de emergência cheias de crianças com desnutrição grave, um quadro que raramente viam antes da crise.

“As crianças chegam em condições muito graves de desnutrição”, disse o médico Huníades Urbina Medina, presidente da Sociedade Venezuelana de Pediatria. De acordo com ele, os médicos venezuelanos têm se deparado com casos de desnutrição semelhantes aos encontrados em campos de refugiados.

Jovens recolhem comida no lixo

Jovens se juntam a gangues de rua para vasculhar o lixo no centro de Caracas  Foto: Meridith Kohut/The New York Times

Para muitas famílias de baixa renda, a crise redesenhou completamente a paisagem social. Pais preocupados ficam dias sem comer, emagrecem e chegam a pesar quase o mesmo que seus filhos. Mulheres fazem fila em clínicas de esterilização para evitar bebês que não possam alimentar. 

Jovens que deixam suas casas e se juntam a gangues de rua para vasculhar o lixo atrás de sobras carregam na pele cicatrizes de brigas de faca. Multidões de adultos avançam sobre o lixo de restaurantes após os estabelecimentos fecharem. Bebês morrem porque é difícil encontrar e pagar pela fórmula artificial que substitui leite materno, até mesmo nas salas de emergência.

“Às vezes, eles morrem de desidratação nos meus braços”, afirmou a médica Milagros Hernández, na sala de emergência de um hospital pediátrico na cidade de Barquisimeto. Ela diz que o aumento de pacientes desnutridos começou a ser notado no fim de 2016. “Em 2017, o aumento foi terrível. As crianças chegam com o mesmo peso e tamanho de um recém-nascido.”

Antes de a economia entrar em colapso, segundo os médicos, quase todos os casos de desnutrição registrados nos hospitais públicos eram ocasionados por negligência ou abusos por parte dos pais. Quando a crise se agravou, entre 2015 e 2016, o número de casos no principal centro de saúde infantil da capital venezuelana triplicou. 

Pais alimentam filhos em Caracas

Pais ficam dias sem comer, emagrecem e chegam a pesar quase o mesmo que os filhos Foto: Meridith Kohut/The New York Times

Nos últimos dois anos, a situação ficou ainda pior. Em muitos países, a desnutrição grave é causada por guerras, secas ou algum tipo de catástrofe, como um terremoto”, disse a médica Ingrid Soto de Sanabria, chefe do departamento de nutrição, crescimento e desenvolvimento do hospital. “Mas, na Venezuela, ela está diretamente relacionada à escassez de comida e à inflação.”

O governo venezuelano tem tentado encobrir a crise no setor de saúde por meio de um blecaute quase total das estatísticas, além de criar uma cultura que deixa os profissionais com medo de relatar problemas e mortes ocasionados por erros do governo.

As estatísticas, porém, são estarrecedoras. O relatório anual do Ministério da Saúde, de 2015, indica que a taxa de mortalidade de crianças com menos de 4 semanas aumentou em 100 vezes desde 2012, de 0,02% para pouco mais 2% – a mortalidade materna aumentou 5 vezes no mesmo período.

Por quase dois anos, o governo venezuelano não publicou nenhum boletim epidemiológico ou estatísticas relacionadas à mortalidade infantil. Em abril, porém, um link apareceu subitamente no site do Ministério da Saúde conduzindo os internautas a boletins secretos. Os documentos indicavam que 11.446 crianças com menos de 1 ano morreram em 2016 – um aumento de 30% em um ano.

Os dados ganharam manchetes nacionais e internacionais antes de o governo declarar que o site tinha sido hackeado. Em seguida, os relatórios foram retirados do ar. Antonieta Caporale, ministra da Saúde, foi demitida e a responsabilidade de monitorar os boletins foi passada aos militares. Nenhuma informação foi divulgada desde então.

Os médicos também são censurados nos hospitais e frequentemente alertados para não incluir desnutrição infantil nos registros. “Em alguns hospitais públicos, os diagnósticos clínicos de desnutrição foram proibidos”, afirmou Urbina.

No entanto, médicos entrevistados em 9 dos 21 hospitais investigados mantiveram ao menos algum tipo de registro. Eles constataram aproximadamente 2,8 mil casos de desnutrição somente no último ano – e crianças famintas regularmente sendo levadas para a emergência. Quase 400 delas morreram, segundo os pediatras. “Nunca na minha vida vi tantas crianças famintas”, afirmou a médica Livia Machado, pediatra que oferece consultas grátis em uma clínica particular. 

Fonte: Estadão