Cadetes comemoram formatura com beijo e são expulsas da polícia

Um beijo de comemoração interrompeu o sonho de Carolina Gutiérrez e Brenda del Hoyo de seguir carreira na polícia. Cadetes da Polícia Metropolitana de Buenos Aires (Argentina), elas aparecem se beijando em uma foto que acabou se tornando viral nas redes sociais, e a demonstração de carinho acabou rendendo a expulsão das duas.






Pai é preso e confessa ter estuprado sua própria filha por 6 anos no interior da Bahia

750_201611181285478

José Soares da Silva, de 47 anos, foi preso nesta quinta-feira, 17, acusado estuprar a própria filha de 16 anos, em Cruzeiro Sul, distrito do município de Vereda (a 824 quilômetros de Salvador). Silva começou a violentar a menina desde quando ela tinha dez anos. De acordo com informações do site Liberdade News, José confessou o ato e contou detalhes sobre o que fazia com a criança. Em entrevista ao site, ele disse: “a carne é fraca”

A jovem está grávida e a principal suspeita é que José seja o pai da criança. A gravidez será acompanhada e exames serão realizados para confirmar a paternidade do bebê. José foi preso pelo delegado Manoel Andreetta e conduzido à carceragem da 8º Coorpin, aonde está à disposição da Justiça. Fonte: A Tarde.



Ipiaú: Assaltante é morto ao apontar arma para a PM

silas-ipiau

Na madrugada desse domingo (30), um jovem identificado como Silas Alves dos Santos, 23, morreu após resistir à prisão e fazer menção de atirar numa guarnição da Polícia Militar. De acordo com informações preliminares, a polícia foi informada por moradores da Rua do Posto, centro de Ipiaú, que um homem estava assaltando um caminhoneiro.

(mais…)


Igrapiúna: Casal vindo do hospital de Itabuna é executado em Maruim

casal_morto_em_igrapiuna

Na tarde desta quarta-feira, 19/10, ocorreu um duplo homicídio, na localidade de Maruim em Igrapiúna, tendo como vÍtima o casal Ivanildo da Conceição, 19 anos e Maria dos Santos, 41 anos, ambos natural de Taperoá-Ba.

Informações passadas dão conta que Ivanildo estava hospitalizado no Hospital de Base em Itabuna, e nesta quarta-feira, a família foi informada de que a vitima estava de alta, sendo  solicitado da prefeitura de Taperoá-Ba, um veiculo para que fosse busca-lo. No retorno a Taperoá, próximo a entrada do Maruim, na BA 001, o veiculo FIAT Uno foi interceptado por um FIAT Palio vermelho; os autores ordenaram  que o motorista do veículo em que estava o casal fosse para um variante, mandaram este baixar a cabeça, e executaram as vítimas que estavam no banco de trás.

Ivanildo era suspeito de ter envolvimento no assassinato de um comerciante idoso no ano de 2015, no Povoado da Escadinha, em Taperoá, informou a polícia. Os corpos das vítimas foram encaminhados para o Instituto Médico Legal de Valença para serem necropsiados.

Nas Malhas da Lei
Fotos: Polícia

 


Após ser esfaqueada em praça, jovem trans é agredida em hospital, ver vídeo!

sete-facadas-na-transesual
Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal

Uma jovem identificada como Natylla Mota Barreto, 21 anos, transgênero, aparece em um vídeo que circula pelas redes sociais, na qual é agredida no Hospital Municipal de Maiquinique, no sudoeste do estado – nas imagens, ela é vista no chão do hospital, onde ela buscou atendimento, sendo agredida por três pessoas. É possível ver uma mulher que chuta seu rosto, já dentro da unidade médica. O caso ocorreu no último dia 8. Segundo informações do Grupo Gay da Bahia, Natylla já havia sido agredida na Praça Willian Valadão com socos, chutes e facadas. O casal foi hostilizado por três mulheres e um homem, que gritaram ofensas transfóbicas e afirmavam que o local era “um lugar de família”. Natylla rebateu e, após discussão, seu namorado ficou ferido na mão. A sequência de agressões começou na praça, quando a vítima estava com o namorado. Eles se dirigiram ao hospital e foi atacada quando estava saindo. Ao chegar ao hospital, ela continuou sendo agredida. A jovem foi transferida para o Hospital Cristo Redentor, em Itapetinga, onde recebeu alta nesta segunda-feira (17). O GGB emitiu nota de repúdio e pede celeridade na apuração do crime. “O Grupo Gay da Bahia exige celeridade na busca e apreensão dos autores do crime que estão em liberdade, inclusive ameaçando a vítima por mensagem e ligações de celulares, intervenção imediata do Ministério Público da Bahia para investigar crime de prevaricação praticado por funcionários, enfermeiras, seguranças e direção do Hospital Municipal de Maiquinique”