Pelé é diagnosticado com tumores no fígado, pulmão e intestino

Pelé, de 81 anos, passa por um momento delicado. É que ex-atleta voltou ao hospital para novas sessões de quimioterapia a fim de tratar um câncer de cólon. Na última quinta-feira (20), o Rei recebeu alta hospitalar, e segundo a ESPN, ele descobriu tumores em outros três locais do corpo.  Conforme publicou a emissora, ele … Leia Mais


Atriz é internada em estado grave com sequelas da covid

A atriz Elizangela, de 67 anos, está internada em estado grave em um hospital da cidade de Guapimirim, na Baixada Fluminense, com sequelas respiratórias da Covid.  Segundo a prefeitura da cidade, a atriz chegou passando muito mal ao centro médico e quase teve que ser intubada. Ela chegou ao hospital nesta quinta (20) e nesta … Leia Mais


Anvisa libera CoronaVac para crianças e adolescentes de 6 a 17 anos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu nesta quinta-feira (20) autorizar a aplicação da vacina CoronaVac em crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos.  O imunizante não pode ser aplicado em imunossuprimidos, mas está liberado para o público com comorbidades. De acordo com a Agência, a imunização deve acontecer em duas doses aplicadas … Leia Mais



Piraí do Norte: Prefeito Ulysses Veiga entrega ambulância 0/KM

O gestor municipal Ulysses Veiga, do município de Piraí do Norte realizou na última quarta-feira, dia 12/01, a entrega de 01 ambulância 0/KM, o veículo foi adquirido através de uma emenda parlamentar do deputado estadual Eduardo Salles. O veículo é amplo e moderno que oferecerá agilidade no transporte e transferência de pacientes para outras unidades … Leia Mais


Pfizer deve pedir à Anvisa autorização para vacinar crianças de 6 meses a 5 anos

A presidente da Pfizer no Brasil, Marta Díez, disse à Folha de S.Paulo que a farmacêutica pretende apresentar à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) o pedido de autorização de uso da vacina da Covid-19 em crianças de 6 meses a 5 anos. Ainda não há aval no Brasil para o uso de vacinas contra o novo coronavírus em crianças. Apenas o modelo da Pfizer pode ser aplicado no grupo de 12 a 17 anos.

Atualmente, a agência reguladora analisa o pedido feito pelo laboratório para imunizar crianças de 5 a 11 anos.

(mais…)


Anvisa aprova primeiro tratamento para HIV com apenas um comprimido

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou o primeiro tratamento para HIV que combina duas diferentes substâncias em um único comprimido. O novo medicamento é uma combinação das substâncias lamivudina e dolutegravir sódico. Segundo a Anvisa, a possibilidade de dose única simplifica o tratamento e a adesão dos pacientes. Antes, o paciente tinha que tomar dois comprimidos ou mais dependendo do tipo de tratamento.

“A aprovação representa um avanço no tratamento das pessoas portadoras do vírus que causa a Aids, já que reúne em uma dose diária dois antirretrovirais que não estavam disponíveis em um só comprimido”, disse a agência reguladora, em nota.

De acordo com a bula aprovada pela Anvisa, o novo medicamento reduz a quantidade de HIV no organismo, mantendo-a em um nível baixo.

Além disso, promove aumento na contagem das células CD4, tipo de glóbulo branco do sangue que exerce papel importante na manutenção de um sistema imune saudável, ajudando a combater as infecções.

O medicamento poderá ser indicado como um regime completo para o tratamento da infecção pelo vírus da imunodeficiência humana tipo 1 (HIV-1) em adultos e adolescentes acima de 12 anos pesando pelo menos 40 kg, sem histórico de tratamento antirretroviral prévio ou em substituição ao regime antirretroviral atual em pessoas com supressão virológica.

O registro foi concedido ao laboratório GlaxoSmithKline Brasil Ltda, que para isso apresentou estudos de eficácia e segurança com dados que sustentam as indicações autorizadas.

Fonte: Bahia Notícias


Pfizer diz que pode fazer vacina para variante da África do Sul em 100 dias

A farmacêutica americana Pfizer afirmou em anúncio nesta sexta-feira (26) que pode desenvolver e produzir uma vacina sob medida para a nova variante B.1.1.529 do Sars-CoV-2, coronavírus causador da Covid-19, em um prazo de 100 dias.

A nova variante foi detectada pela primeira vez na África do Sul e reúne dezenas de mutações na proteína spike, espécie de coroa de espinhos que reveste o Sars-CoV-2 e é usada pelo vírus para atacar as células humanas.

“Caso surja uma variante do vírus Sars-CoV-2 que escape da vacina, a Pfizer e a Biontech preveem que são capazes de desenvolver e produzir uma vacina sob medida contra a variante em cerca de 100 dias”, disse a farmacêutica à ANSA.

A empresa disse ainda que já está estudando a B.1.1.529 e deve divulgar os primeiros dados “em no máximo duas semanas”. Assim como a maioria das vacinas já disponíveis, a da Pfizer se baseia na proteína spike. No entanto, existe o temor de que a B.1.1.529 possa escapar dos anticorpos gerados pelos imunizantes.Fonte: Bahia.ba

Internada, Valesca Popozuda tranquiliza fãs: “Estou bem”

A cantora Valesca Popozuda está internada em um hospital do Rio de Janeiro. A funkeira foi diagnosticada com pneumonia bacteriana.

Pelas redes sociais, a funkeira aproveitou para tranquilizar os fãs e dizer que já estava melhor. “Amores eu To internada, NÃO É COVID, é pneumonia mesmo, porém graças a Deus sintomas leves, tosse, a equipe médica super atenciosa e tô aqui pq estou tomando medicamento intravenoso que é mais rápido mesmo. Mas To bem e obrigada pelas orações“, escreveu ela pelo Twitter.

A assessoria de imprensa da cantora também atualizou o estado de saúde dela. Em uma publicação no Instagram, eles disseram que o estado de saúde dela é estável.


Aborto de Repetição atinge até 5% das mulheres e precisa ser investigado

Um dos maiores pesadelos de um casal que está à espera de seu bebê é um caso de aborto. Embora muita gente não saiba, a chance natural de uma mulher abortar é relativamente alta, em torno de 20%. Mas o que chama atenção dos médicos é o “aborto de repetição”. Essa recorrência preocupa, precisa ser investigada e hoje atinge até 5% das mulheres grávidas.

“Embora seja possível acontecer em 1 a cada 5 mulheres, abortar não é algo que possa ser considerado normal. Se ocorreu, algo pode estar errado. É claro que cada organismo reage de uma forma ao processo de gestação e inúmeros fatores devem ser levados em consideração. Mas ao sofrer um aborto, a mulher precisa já ligar o alerta e investigar”, explica a médica do IVI Salvador, Dra. Isa Rocha.

(mais…)