Vaticano decide investigar bispo de São José do Rio Preto

 Vaticano instaurou sindicância para apurar denúncias de que o bispo de São José do Rio Preto, no interior paulista, d. Tomé Ferreira da Silva, teria sacado dinheiro da conta da diocese e entregado ao seu motorista, com quem manteria um relacionamento amoroso. Na iminência de ser descoberto por manter a relação, o bispo teria sacado … Leia Mais


Consumo de bebida contaminada leva 84 pessoas à morte na Índia

Oitenta e quatro pessoas morreram e outras 31 estão internadas em hospitais, sendo 13 em estado grave, após ingerirem bebida contaminada em Mumbai, no pior incidente deste tipo em mais de uma década na Índia, informou a polícia local no sábado (20). O desespero de parentes das vítimas da tragédia em Nova Deli O incidente … Leia Mais




ONU se preocupa com redução da maioridade penal: ‘graves consequências’

maior-idade-penal

A Organização das Nações Unidas afirmou nesta segunda-feira (11) que se preocupa com a tramitação da proposta de emenda constitucional (PEC) que reduz a maioridade penal de 18 anos para 16. Para a entidade, a violência no Brasil pode aumentar caso a norma seja aprovado.

“Se as infrações cometidas por adolescentes e jovens forem tratadas exclusivamente como uma questão de segurança pública e não como um indicador de restrição de acessos a direitos fundamentais, a cidadania e a Justiça, o problema da violência no Brasil poderá ser agravado, com graves consequências no presente e no futuro”, disse a ONU, em nota. (Postado por Tribuna do Recôncavo, com informações do bahianoiticias)


‘Meu nome está livre’, diz ex-BBB sobre escândalo político nos EUA

16

Da fama para o meio de um escândalo que envolve um senador dos Estados Unidos. O Fantástico conversou, em Miami, com a ex-Big Brother Juliana Leite. Por que ela foi ouvida pelo FBI em um processo que apura fraudes, corrupção e tráfico de influência? Juliana Leite já viveu seus dias de fama em 2004 no Brasil, quando participou do ‘Big Brother 4’. Ficou em terceiro lugar e quando saiu da casa, chegou a posar nua para revistas masculinas. Agora, 11 anos depois, Juliana volta a ter seu nome e imagem estampados na mídia. Desta vez, na mídia americana. E de maneira negativa. Juliana é testemunha no escândalo de corrupção envolvendo o senador americano Robert Menendez, do estado de Nova Jersey. Entre as várias acusações contra o senador, está a de que ele usou o poder do cargo, para facilitar a emissão de vistos de entrada nos EUA para 4 mulheres. Duas dominicanas, uma ucraniana e a brasileira Juliana Leite. Todas elas têm no currículo a profissão de modelo. Mas Juliana hoje é advogada e corretora de imóveis em Miami.O Fantástico encontrou com a ex-BBB nesta semana para saber sobre o envolvimento dela no escândalo. Mas entenda primeiro o caso: (mais…)


Unicef se preocupa com tráfico de crianças no Nepal após terremoto

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.bIs5L-Prut
Foto: Durga Lal K.C. / EPA / Agência Lusa

O Núcleo do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) em Katmandu alertou, neste domingo (3), para o risco no aumento do tráfico de crianças no Nepal após o terremoto, além do agravamento de problemas como a subnutrição. A organização se preocupa com o movimento ilegal de crianças “no meio do caos”. “Não sabemos até que ponto esses números estão atualizados”, disse a chefe da Proteção Infantil da Unicef no Nepal, Virginia Pérez, sobre dados da Organização das Nações Unidas (ONU) de 2001, que mostravam que 12 mil crianças eram traficadas por ano no país. Segundo a Agência Lusa, a subnutrição, o perigo da falta de alimentos e o atraso no regresso à escola, assim como o perigo das doenças causadas pela falta de saneamento, também são preocupações da Unicef. O terremoto do último dia 25 destruiu vários distritos da capital nepalesa e o balanço aponta aproximadamente 7 mil mortos e 14 mil feridos.


Por que 1° de Maio é o Dia Internacional do Trabalhador?

download

Aproxima-se o Dia Internacional do Trabalhador, 1° de MAIO. Trata-se de uma data relevante para a luta dos trabalhadores e trabalhadoras. É importante relembrar o significado da data.

Em 1886, a cidade de Chicago, um dos principais pólos industriais dos Estados Unidos, foi palco de importantes manifestações operárias. No dia 1° de maio, iniciou-se uma greve por melhores salários e condições de trabalho, tendo como bandeira prioritária a redução da jornada de trabalho de 13 para 8 horas diárias. Os jornais a serviço das classes dominantes, imediatamente se manifestaram afirmando que os líderes operários eram cafajestes, preguiçosos e canalhas. No dia 3 de maio, a greve continuava, e na frente de uma das fábricas, a polícia matou seis operários, deixando 50 feridos e centenas de presos. No dia 4, houve uma grande manifestação de protesto e os manifestantes foram atacados por 180 policiais, que ocasionaram a morte de centenas de pessoas. Foi decretado “Estado de Sítio” e a proibição de sair às ruas. Milhares de trabalhadores foram presos, muitas sedes de sindicatos incendiadas e residências de operários foram invadidas e saqueadas. Os principais líderes do movimento grevista foram condenados à morte na forca. Spies, Parsons, Engel e Fisher foram executados no dia 11 de novembro de 1886, enquanto que Lingg, também condenado, suicidou-se.

Em 1891, no 2° Congresso da Segunda Internacional, realizado em Bruxelas, foi aprovada a resolução histórica de estabelecer 1° de MAIO, como um “dia de festa dos trabalhadores de todos os países, durante o qual os trabalhadores devem manifestar os objetivos comuns de suas reivindicações, bem como sua solidariedade”.

No Brasil, as comemorações do 1° de MAIO, também estiveram relacionadas à luta por melhores salários e pela redução da jornada. A primeira manifestação registrada ocorreu em Santos, em 1895. A data foi consolidada , quando um decreto presidencial estabeleceu o 1° de MAIO como feriado nacional, em 1925. A efeméride ganhou status de “dia oficial”, quando Getúlio Vargas era Presidente da República. Ele aproveitou o dia para anunciar, em anos diferentes – fruto de intensas lutas dos trabalhadores e trabalhadoras – os reajustes de salários mínimos e a redução da jornada.

Em 2011, no dia 1° de maio, serão realizadas várias manifestações, em todos os Estados, coordenadas pelas Centrais Sindicais, inclusive a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – CTB. Destaca-se, nesse momento, a importância da unidade das Centrais Sindicais em torno de bandeiras de luta comuns, tendo pano de fundo a luta pela implantação de um Projeto Nacional de Desenvolvimento com Valorização do Trabalho e Distribuição de Renda. As reivindicações principais são: redução da jornada de trabalho sem redução de salário, fim do fator previdenciário e valorização das aposentadorias, valorização do salário mínimo, trabalho decente, igualdade entre mulheres e homens, valorização do serviço público e do servidor público, reforma agrária, valorização da educação e qualificação profissional, redução da taxa de juros.

Estas reivindicações serão expostas em praças públicas das principais cidades brasileiras, para que o Dia Internacional do Trabalhador de 2011, seja efetivamente de luta.

Para tanto, é necessário que as entidades sindicais participem intensamente do processo de organização e de mobilização, esclarecendo, aos trabalhadores e trabalhadoras, o significado da data e as principais reivindicações que serão apresentadas.

Obs: com algumas adaptações, este texto está sendo novamente publicado, em função da proximidade do Dia Internacional do Trabalhador. Foi publicado pela primeira vez, em abril de 2010.

 


Brasileiro Rodrigo Gulart é executado na Indonésia por tráfico de drogas

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.7u-IuABqXa

O brasileiro Rodrigo Gulart foi executado nesta terça-feira (28) após quase 10 anos aguardando no corredor da morte na Indonésia. Acusado de tráfico internacional de drogas, Gulart foi fuzilado na ilha Nusakambangan, segundo informações do jornal “The Jakarta Post”. De acordo com a Folha de S. Paulo, cerca de 300 pessoas, entre jornalistas e curiosos locais, esperavam a confirmação das execuções do brasileiro e de sete estrangeiros, cidadãos da Austrália, das Filipinas, Nigéria e de Gana, e um indonésio também devem ser executados. O brasileiro foi preso em 31 de julho de 2004, com dois amigos quando foram flagrados com seis quilos de cocaína escondidos em pranchas de surfe. O brasileiro liberou os dois colegas dizendo que a droga era toda dele. O governo brasileiro tentou clemência, alegando que Gularte tinha sido diagnosticado com esquizofrenia, porém houve a negativa indonésia.