Broca leão
Não existe clássico amistoso. Pode até não valer classificação ou não ser uma final. Enquanto existir o Ba-Vi, vencer o clássico será sempre uma questão de honra. E foi. Na Fonte Nossa, o Vitória voltou a vencer o rival, por 2×1, fechando a primeira fase do Campeonato Baiano com 100% de aproveitamento. A vontade foi tanta, que todos os gols foram rubro-negros. Cleiton Xavier e Kanu fizeram a favor do Leão, enquanto o zagueirão Alan Costa, mesmo com uma bela atuação, teve a infelicidade de fazer um contra.

Um primeiro tempo digno do maior clássico do Norte/Nordeste. Muitas faltas, discussões e confusão. O Leão começou a se soltar na segunda metade do primeiro tempo, com uma boa chance de André Lima. Quando o jogo caminhava para um primeiro tempo zerado, o Leão resolveu abrir o placar. Aos 44 minutos, após confusão na área, Cleiton Xavier bateu e abriu o marcador. Enquanto a torcida rubro-negra ainda festejava o primeiro, Kanu ampliou, aos 48 minutos, de cabeça.

O segundo tempo começou com o Vitória querendo ampliar. Geferson tentou, mas o goleiro defendeu. David também teve chance, mas a bola escapou do pé na hora do chute. O rival acabou tendo um jogador expulso, no início da última etapa. Porém, aos 12 minutos, o Bahia acabou diminuindo. Alan Costa fez contra. Aos 30, Paulinho teve uma chance, de cara, mas o goleiro salvou.

O Leão volta a jogar na próxima quinta-feira (23), às 19h45, contra o Paraná, pela Copa do Brasil. O elenco retoma os treinos na manhã de segunda-feira (10), no Barradão, às 9h. Nada de descanso.

FICHA TÉCNICA
Bahia 1×2 Vitória (Campeonato Baiano)
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Árbitro: Jailson Macedo Freitas, auxiliado por Carlos Eduardo Bregalda Gussen e Elicarlos Franco de Oliveira
Cartão amarelo: André Lima, Bruno Ramires, David e Kanu.
Gols: Cleiton Xavier e Kanu; Alan Costa (contra)

Bahia: Anderson; Eduardo, Tiago, Éder e Pablo Armero; Renê Júnior, Juninho e Régis (Zé Rafael); Edigar Junio(Gustavo), Allione (Lucas Fonseca) e Hernane. Técnico: Guto Ferreira

Vitória: Fernando Miguel; Patric, Kanu, Alan Costa e Geferson; Willian Farias, José Welison (Bruno Ramires), Cleiton Xavier (Paulinho) e Gabriel Xavier (Jhemerson); David e André Lima. Técnico: Argel Fucks

Fotos: Maurícia da Matta / EC Vitória


ECV.
Foto: Jefferson Peixoto/Ag. Haack / Bahia Notícias

O Vitória conheceu, na noite desta quarta-feira (5), o adversário da quarta fase da Copa do Brasil. O Rubro-negro terá pela frente o Paraná, que eliminou o ASA-AL, nos pênaltis, no Estádio Durival de Britto. O primeiro confronto será no dia 13 de abril, às 19h15, no Barradão, enquanto o jogo de volta está marcado para 19 do mesmo mês, às 19h30, fora de casa. O time comandado pelo técnico Argel Fucks se classificou após despachar o Vasco da Gama.


RTEmagicC_20532f6c93.jpg
Nesta quinta-feira (6), o Tribunal Arbitral do Esporte (TAS), mais alta instância da justiça desportiva, deu ganho de causa ao Vitória na ação movida pelo Internacional no caso Victor Ramos, em Lausanne, na Suíça. Com a decisão, o Internacional está mantido na Série B do Campeonato Brasileiro e o Vitória, segue mantido na elite.

O Tribunal da FIFA ainda condenou a equipe gaúcha a pagar os custos do processo. Nas redes sociais, os advogados do Vitória, Marcos Motta e Bichara Abidião Neto parabenizaram o Leão após a decisão em que encerra definitivamente o processo. Na terça-feira (4), o tribunal abriu os trabalhos no início da manhã, na Suíça, equivalente às 4h pelo horário de Brasília. Após cinco horas de audiência, o Vitória apresentou um questionamento sobre a jurisprudência do tribunal.

O time baiano argumentou que o caso Victor Ramos sequer chegou a ter seu mérito julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). A denúncia apresentada pelo Internacional foi arquivada em dezembro pelo procurador-geral do órgão, Felipe Bevilacqua, alegando que não havia “elementos suficientes para comprovação de violação de regras”. No entendimento do Vitória, isso faria com que o TAS não pudesse ser acionado. Fonte: Galáticos Online.


ARGELL
Foto: Jefferson Peixoto/ Ag. Haack/ Bahia Notícias
O técnico Argel Fucks, do Vitória, ficou satisfeito com a exibição de sua equipe no triunfo por 1 a 0 sobre o Vasco, nesta quinta-feira (16), no Barradão. Com o resultado, o Leão se classificou para a próxima fase do torneio nacional.
“Acho que a gente fez uma partida convivente, segura e equilibrada. Na verdade nos 180 minutos a gente foi melhor que o Vasco, com todo respeito ao Vasco, que é uma grande equipe”, disse o comandante Rubro-negro, em entrevista coletiva.
Argel ainda destacou os pontos positivos de sua equipe no jogo.


VitoriaO Vitória manteve o 100% de aproveitamento no Campeonato Baiano e venceu o Atlântico por 2 a 0 neste domingo (5), no Barradão, pela sétima rodada da competição estadual. Cleiton Xavier e André Lima marcaram os gols. Agora, a equipe rubro-negra se mantém na ponta da tabela, com 18 pontos conquistados. O Atlântico estacionou nos seis pontos.O próximo confronto do Leão será pela Copa do Brasil. O adversário será o Vasco, às 19h15 desta quinta-feira (9), em São Januário, no Rio de Janeiro. O confronto será válido pelo jogo de ida do torneio nacional.


ARGEL

O Vitória venceu o Galícia por 1 a 0, nesta quinta-feira (2), em Pituaçu, mas apresentou um futebol abaixo do esperado. Com isso, a torcida não perdoou e vaiou o técnico Argel Fucks após o apito final. O comandante Rubro-negro minimizou os protestos que partiram das arquibancadas. “Eu entendo o torcedor. E é melhor que critique eu, não jogador meu. Até porque estou no futebol há 25 anos. Se contar quantas vezes fui vaiado… Faz parte. Esses que me vaiaram foram os mesmos que me aplaudiram quando livramos o Vitória do rebaixamento. É coisa normal. Fico contente, feliz que conseguimos a vitória”, avaliou. “O adversário jogou fechado. Aí você precisa buscar algumas situações. O torcedor tem todo direito. Agora é melhor [me vaiar] porque eu estou preparado para criticas. Não é a primeira vez que Kieza faz gol e vem me abraçar, todos os jogadores sempre me respeitaram. Não tivemos problemas disciplinares com ninguém. Pelo contrário. Ano passado tivemos com Victor Ramos, Marinho e resolvemos. Até porque eles têm respeito”, disse o comandante Rubro-negro. Porém, Argel reconheceu que o time não tem jogando bem. “As exibições não estão sendo convincentes. Precisamos jogar melhor. Acredito que quando o adversário tiver um calibre diferente, nós vamos dar uma resposta diferente. Fico feliz de pegar um clássico agora contra o Vasco [dia 9, pela terceira fase da Copa do Brasil]. Vamos dividir a responsabilidade”, emendou. O próximo duelo do Leão é diante do Atlântico, domingo (5), às 16h, no Barradão, pela sétima rodada do Campeonato Baiano.


LEAO

O Vitória venceu o Bragantino por 3 a 2, nesta quarta-feira (22), no Barradão, e avançou na Copa do Brasil. Os gols do Leão foram marcados por André Lima, Cleiton Xavier e Fred, enquanto Vitor Braga e Daniel Ferreira anotaram para os visitantes. Agora, o time Rubro-negro aguarda o vencedor de Vasco e Vila Nova-GO, que se enfrentam no próximo dia 1º de março, no Serra Dourada, em Goiânia


 100% de aproveitamento

O Leão vence o Bahia de Feira em Feira de Santana com gol de Kanu nos acréscimos do 1º tempo, e se mantém na liderança do Baianão com 12 pontos e 100% de aproveitamento.

O próximo jogo na competição, agora, só depois do carnaval, no dia 02 de março, no Valfrefão, em Riachão do Jacuipe, contra o Galícia, lanterninha do campeonato.

Quarta-feira, tem Copa do Brasil com o jogo contra o Bragantino no Barradão. Ingressos à venda! 👊🏻


VITORIA BROCADOR
Com tranquilidade, o Vitória goleou o Flamengo de Guanambi por 6 a 1, nesta quarta-feira (15), no Barradão, pelo Campeonato Baiano. O meio-campista Dátolo, autor do segundo gol da partida, marcou um gol olímpico, o primeiro de sua carreira. Kieza, André Lima (duas vezes) e Paulinho também balançaram as redes, enquanto Josy descontou para os visitantes.